domingo, 26 de fevereiro de 2017

Segurança não tem preço! Vejam o Exemplo de Santa Catarina, lá os policiais são valorizados


Nos últimos meses o povo pernambucano tem assistido de forma impotente o desenrolar de uma crise entre os policiais militares que reclamam por condições minimas de condições de trabalho e recomposição salarial, no entanto, o governo tem se recasou a negociar com os representantes dos policiais e deu preferencia por negociar apenas com os coronéis da policia que exercem cargos de confiança e são leis ao governador.

Esse fato causou revolta na base da tropa composta por soldados, cabos e sargentos que já previam o que aconteceu, a proposta de aumento contemplou os coronéis com um aumento imediato de mais de R$ 10.000,00 reais, enquanto que o aumento dos saldados ficou em tono de R$ 800,00 reais divido em três parcelas ao longo de dois anos.

A tropa se sente completamente desrespeitada e desvalorizada pela atual administração que procura mostrar esse aumento como sendo um ato de valorização da tropa e o pior ainda diz que os policiais estão satisfeitos com a proposta.

Resultado os policiais realizam uma operação padrão e se recusam a trabalhar em escalas extras, o que tem causado muito transtorno na segurança pois é justamente esse serviço extra voluntario que ajuda manter a segurança da população pernambucana.

Pelo visto o governador precisa apreender um pouco com o governo do Estado de Santa Catarina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário