quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

O silêncio do Deputado Joel da Harpa: Qual o motivo?


Em meio a crise na segurança pública na qual os policiais militares, estão em um movimento ordeiro e legalista buscando a valorização da categoria policial e consequentemente, a melhoria da segurança pública de Pernambuco, tem chamado à atenção a postura do até poucos dias atrás combativo Deputado Joel da Harpa, representante da categoria policial na Assembléia Legislativa do Estado.

Não é novidade para ninguém que sempre mantive uma postura crítica em relação ACS PE, e inclusive publiquei neste blog artigos críticos em relação a associação de cabos e soldados e a seu presidente Alberison, no entanto, no atual momento a postura de Alberison é irretocável digna e inspiradora.

Assim, pois, como critiquei Alberison, elogiei, em outras épocas o Deputado Joel da Harpa por sua sempre firme postura em defesa da categoria.

No entanto no atual momento assim como revi minha posição em relação a Alberison, sou também obrigado a rever minha posição em relação ao Deputado Joel da Harpa, que durante essa crise tem mantido uma postura no mínimo apática, isso para não dizer complacente em relação aos desmandos do governo e do Comandante Geral da PM PE.

Não são poucas as denúncias de abusos cometidos durante esse processo de mobilização, a casos de abertura de "IPM" (inquérito Policial militar), contra policiais que se recusam a trabalhar com coletes sem data de validade legível, advogados sendo impedidos de ter acesso a seus clientes policiais, sob à ameaça de prisão administrativa contra os clientes desses advogados.

Chegou Inclusive a ocorrer o inusitado caso de um médico da Polícia Militar que diminuiu os dias de atestado de um policial que havia se consultado com outro médico, no entanto, tudo isso tem passado sem que o Deputado Joel da Harpa fale sequer um único fonema que desagrade o governo.

A estrategia tem sido fazer uns videos bem ao estilo "água com açúcar", no qual o mesmo se apresenta como representante da tropa e diz esta tendo uma postura de moderação.

O Deputado Joel, foi eleito após um movimento de enfrentamento com o governo no qual os policiais militares buscavam melhorias para segurança dos cidadãos pernambucanos.

O mandato dele conseguido a duras penas e em consequência da projeção que o mesmo obteve naquela mobilização, tinha por objetivo ser uma trincheira avançada na defesa dos praças da Polícia militar, em virtude das prerrogativas que o mandato lhe confere como por exemplo plena liberdade de expressão.

No entanto no momento em que mais sua base politica precisa ao invés de usar o mandato para fazer valer a legalidade, no trato com a polícia militar por parte do Estado, o mesmo prefere se manter falando apenas o necessário para não incomodar a quem de direito os tradicionais donos do poder.

Uma possibilidade do Deputado que muito ajudaria a tropa em mobilização, seria propôr uma CPI, no âmbito dá Assembléia Legislativa com o intuito de se investigar o porquê do sucateamento da Polícia Militar entre outras possibilidades.

A verdade é que está muito complicado manter a simpatia pela postura do deputado Joel, é claro que de forma alguma se quer fazer com que o mesmo assuma uma posição de salvador da pátria, no entanto, o mesmo tem se mantido numa postura que desagrada a tropa, pois como diz a sabedoria popular  a certos momentos que temos de escolher um lado.

Um exemplo que tem causado muito debate nos grupos e WhatsApp de Policiais militares é a falta do Deputado na defesa pública dos policiais militares envolvidos em um acidente de transito no morro da Conceição e que teve duas mulheres como vitimas fatias, nos grupos ficou muito dificil compreender o silencio do Deputado Joel, nesse episódio chamou atenção de maneira positiva um vídeo do também Deputado estadual Edilson Silva do PSOL, que sempre teve uma postura muito acida em relação a policia militar, entretanto nesse episodio especifico a fala do Deputado Edilson Silva através de um vídeo, surpreendeu pelo posicionamento bem centrado e racional e que inclusive foi uma defesa previda da atuação dos policiais militares.

Veja o vídeo do Deputado Edilson Silva
           

O Deputado Joel, não se posicionou nem mesmo quando foi acusado de mentir em relação a uma suposta reunião, entre os presidentes das associações de praças e o secretário de de Defesa Social, reunião essa anunciada em um dia pelo deputado Joel e desmentida em rede de rádio no dia seguinte pelo próprio Secretário.

A data para o governo apresentar a proposta aos militares de Pernambuco é o próximo dia 04 de fevereiro, ironicamente um sábado daqui até tal data, veremos o posicionamento do Deputado Joel.


Nenhum comentário:

Postar um comentário