quinta-feira, 14 de abril de 2016

POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES PROTESTAM POR REAJUSTE SALARIAL EM PE



Os atos realizados pelos policiais e bombeiros militares de Pernambuco na tarde desta quarta (13) reverberaram no Plenário da Assembleia Legislativa. O deputado Joel da Harpa (PTN) usou a tribuna, no Pequeno Expediente, para discutir a pauta de reivindicações da categoria que representa e cobrar do Governo do Estado um posicionamento sobre as campanhas salariais em curso.

Os policiais e bombeiros militares pedem ao Estado que seja feita a reposição das perdas salariais equivalente à inflação acumulada dos últimos dois anos. Joel da Harpa defendeu um percentual de 18,53%, correspondente aos cálculos de um economista contratado pelas associações militares estaduais, o qual deveria ser aplicado sobre o soldo e as gratificações dos servidores. “Em junho, completaremos dois anos sem nenhum tipo de reajuste”, lembrou.

Ele ainda argumentou que, apesar de apresentar a nona maior arrecadação tributária do País, Pernambuco paga o sétimo pior salário aos militares. “Analisando os dados, percebemos a falta de uma política salarial e de valorização dos profissionais de segurança pública, que diuturnamente põem a própria vida em risco pela população”, observou. “Sabemos da atual situação de crise, mas é justamente nela que a violência tende a crescer e as grandes vítimas são os policiais militares.”

Atendendo a um pedido de Joel da Harpa, o presidente da Alepe, deputado Guilherme Uchoa (PDT), o líder do Governo,Waldemar Borges (PSB), e outros parlamentares decidiram ir até o Palácio do Campo das Princesas para intermediar as negociações dos militares. Ao final da Reunião Plenária, um grupo de militares que estavam nas galerias do Plenário, e também em frente à sede da Alepe, seguiram em passeata até a sede do Governo estadual.

Fonte: Blog de Joel da Harpa

Nenhum comentário:

Postar um comentário