quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

JOEL DIZ QUE GOVERNO TRATA A SEGURANÇA PÚBLICA COM DESCASO


O deputado Joel da Harpa disse que apoia qualquer movimento reivindicatório que a Polícia Civil e a Polícia e Bombeiro Militar fizer.

O anúncio da paralisação dos policiais civis a partir das 0h do próximo sábado (6) motivou posicionamentos dos deputados na Reunião Plenária desta quarta (3). Os parlamentares demonstraram preocupação com a possibilidade de uma greve da Polícia Civil, em pleno Carnaval, conforme votado pela categoria em assembleia na última terça (2), alegando descumprimento do acordo firmado com o Estado.

De acordo com a Polícia Civil, foi pactuado com o Governo do Estado o envio de um projeto de reformulação do Plano de Cargos e Carreiras da categoria ao Legislativo até 1º de fevereiro deste ano. O deputado Joel da Harpa reforçou a posição da categoria e cobrou o cumprimento integral do acordo. “O Estado não cumpriu o principal dos sete pontos, que é aquele que trata da questão financeira”, observou.

O parlamentar demonstrou preocupação com a situação de policiais e bombeiros militares, que estariam aguardando as promoções prometidas pelo Estado até janeiro. “Além de as categorias não terem recebido aumento salarial em 2015, com a perspectiva de não poder negociar também em 2016, o Governo não mantém os acordos que fez em mesa de negociação, tratando a questão da segurança pública como se fosse irrisória”, criticou.

Joel da Harpa relatou também que a situação dos Policiais e Bombeiros Militares são críticas e que apoia a tropa e as associações em qualquer movimento reivindicatório. “Do jeito que está não pode ficar, o Governo mostrou que não quer negociar pacificamente. Os policiais e bombeiros militares estão esgotados, não receberam nem a reposição salarial de acordo com o reajuste inflacionário,” completou.

Fonte: Blog Joel da Harpa

Nenhum comentário:

Postar um comentário