sábado, 30 de janeiro de 2016

São Vicente Ferrer: Policiais Trocam tiros com assaltantes, dois marginais acabam Presos.

Policiais Militares do 22° BPM, após receberem denúncia de que estava ocorrendo um assalto no centro da cidade de São Vicente Ferrer.

Saíram em diligência e encontraram os imputados de nomes: Roberto Rodrigues da silva filho e Dailton Fernando de Morais, com um revólver cal .38 com 04 munições deflagradas é um simulacro de pistola, e ainda a quantia de R$ 90,00 em dinheiro; 03 celulares "Moto G". E ainda uma moto placa PDW 7514.

Durante a abordagem os imputados reagiram a ação dos policiais, atirando contra os mesmos que de imediato revidaram, os meliantes fugiram porem após acompanhamento foram capturados após caírem da motocicleta, foram socorridos e levados a delegacia para serem autuados.

Foi informado ainda que nenhum dos três policiais se feriu na ação, como também os bandidos não foram atingidos por disparos e resultaram feridos em virtude da queda da moto.
Foto: WhatsApp

Joao Alfredo: Chuva de Granizo Anima moradores

O Agreste Setentrional, que amargou um longo período de estiagem, e que reduziu a produção agrícola e ao mesmo tempo comprometeu o abastecimento das cidades de região, vem nos últimos dias tendo suas esperanças renovadas.

Em virtude de um período chuvoso, que se inciou ainda no final de Dezembro e tem trazido gratas surpresas, a exemplo do ocorrido no dia de ontem sexta feira (29/01), onde na cidade de João Alfredo, chegou a chover granizo, coisa extremamente rara na nossa região.

A imagem registrada por um morador da cidade, circula em grupos de WhatsApp.

Esse período chuvoso tem animado principalmente os agricultores que têm investido em plantar seus roçados, com expectativa de possuir uma boa colheita, o que fortaleceria a economia dos municípios da região.

Foto: WhatsApp

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Aprovada indenização para famílias de policiais mortos em cumprimento do dever

Laerte Bessa estendeu o benefício aos policiais civis, que não estava previsto no projeto original
A Comissão do Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou proposta que assegura aos dependentes de policiais militares e civis e bombeiros militares, mortos no cumprimento do dever, o recebimento de uma indenização correspondente a 12 vezes a última remuneração do servidor.

O texto aprovado é o substitutivo do relator, deputado Laerte Bessa (PR-DF), ao Projeto de Lei 4140/12, do deputado Alexandre Leite (DEM-SP). A proposta altera o Decreto-lei 667/69, que fixa normas sobre a organização de polícias militares e os corpos de bombeiros estaduais.

Segundo a proposta, a indenização será paga quando o militar morrer em decorrência da sua função, mesmo que esteja de folga. Laerte Bessa alterou o texto para estender o benefício aos policiais civis, os quais, segundo ele, estão sujeitos a riscos funcionais similares ao dos policiais militares.

Bessa explicou que as regras atuais restringem o direito à indenização por morte ao militar estadual em serviço. Em situações de lazer, argumentou o deputado, o militar estadual que vier a falecer, não fará jus à indenização por morte, “o que revela a injustiça praticada contra esses agentes”.

Tramitação
O projeto, que tramita de forma conclusiva, será analisado agora pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

Fonte: Agência Câmara

Segurança Pública aprova identificação por documento com foto e impressão digital

Relator na Comissão de Segurança, Subtenente Gonzaga fez apenas ajustes de redação ao texto

Objetivo da proposta, que ainda vai passar pela CCJ e pelo Plenário, é evitar que inocentes sejam presos e respondam por delitos no lugar de criminosos

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados aprovou, com emenda, proposta que altera a Lei de Identificação Criminal (12.037/09) para tornar obrigatória a apresentação de documento com impressão digital e foto para fins de identificação civil.

O texto aprovado é o Projeto de Lei 8239/14, do deputado João Campos (PSDB-GO). De maneira geral, segundo Campos, o objetivo é assegurar a real identificação dos cidadãos, evitando que inocentes sejam presos e respondam por delitos no lugar de criminosos.

Relator na comissão, o deputado Subtenente Gonzaga (PDT-MG) propôs emendas para corrigir imprecisões do projeto. 

Entre as mudanças de redação está a substituição do termo “pericial” por “oficial”; e do termo “Unidade Oficial de Perícia Papiloscópica” por “Unidade Oficial de Identificação”. 

O PL 8239/14 também determina que os dados obtidos a partir de impressões digitais e de fotografias sejam armazenados em banco de dados de biometria.

Além disso, as informações obtidas a partir de coincidência de impressões digitais e fotografias deverão fazer parte de laudo oficial firmado por Especialista em Papiloscopia devidamente habilitado.

Tramitação 
O projeto será ainda analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Em seguida, será encaminhado para votação em Plenário.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

Fonte: Agência Câmara

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Perseguição em Surubim Resulta em Prisão por Tráfico de Drogas

Na madrugada desta segunda dia (25/01), no horário das 03h00 ao realizamos rondas na rodovia PE-90 se deparou com o imputado conduzindo uma motoneta tipo 50c e ao avistar a viatura desligou o farou e empreendeu fuga, juntamente com um passageiro.
A viatura  fez o acompanhamento pelo percusso do sinal da PE 90 entrando pela vila da chã do Marinheiro até o posto de saúde daquela comunidade onde os imputados abandonaram a motoneta e fugiram um para cada lado sendo que o passageiro consegui se evadir tomando destino ignorado.

O condutor foi abordado e com o mesmo foi encontrado "07" sete papelotes de maconha prensada. Conduzimos a DP local onde o mesmo foi atuado por tráfico de drogas. O imputado e reincidente sendo que está na condicional pelo crime de tráfico.

Leandro da Silva Gomes Gomes, 25 anos o mesmo foi autuado em flagrante  por tráfico e  encaminhado ao presídio de Limoeiro. 
Vale salientar que o acusado se encontra na condicional exatamente por conta de ter cumprido pena exatamente por tráfico de Drogas.


Foto: Genival Silva

ROCAM: Apreende Drogas e Dinheiro com um menor de idade na cidade de Surbuim

Homens da ROCAM do 22° BPM, ao realizarem a operação duas rodas na cidade de surubim, neste último domingo (24/01), se deparou com um menor na Rua Nova Avenida, e ao ser realizada a abordagem pessoal, foi encontrado com o mesmo uma pequena quantidade de substancia branca que ele mesmo informou ser cocaína, e ainda a quantia de R$ 142,00 reais e também um celular LG- E615f, diante dos fatos o menor foi conduzido a D.P local onde o mesmo foi apresentado.
Foto: WhatsApp

Surubim: Briga resulta em Dupla Tentativa de homicídio

Uma briga por motivo banal neste último domingo (24/01), na rua nova Avenida nas proximidades do matadouro municipal por pouco não acaba em tragédia, pois segundo informações, a vitima Ana Kalina, 33 anos moradora da mesma rua discutiu com a filha da imputada conhecida por "Jane da pedrinha".

Logo após o final da discussão pensando está tudo calmo a vitima voltava para sua residência quando foi surpreendida em uma "tocaia" pela imputada que lhe desferiu golpes de faca no ombro, e só não conseguiu concluir seu inicial objetivo por que um rapaz de nome Marcio Vinicius, consegui separar a briga no entanto também resultou ferido a faca.

Os dois foram socorridos ao Hospital São Luis e em seguida transferidos ao "HR" em Recife em virtude da complexidade dos casos.

A viatura do 22° BPM que atendeu a ocorrência fez diligencias mas não conseguiu localizar a imputada que se encontra foragida.
Fotos: Genival Silva

sábado, 23 de janeiro de 2016

Pernambuco: Policia Militar consegue recapturar 14 elementos dos 53 foragidos do presídio Barreto Campelo em Itamarcá

Nesta madrugada (23/01 as 00h20min), foram capturados 14 presos dos 53 que fugaram da Barreto Campelo. A Segunda Seção da PM descobriu o esconderijo dos fugitivos em uma casa no Pilar em Itamaracá.

Que haviam fugido no último dia 20, em uma ação de resgate que explodiu parte do muro do presídio apoiado por uma intensa troca de tiros com a guarda externa do presídio.

Após levantamento e identificação da casa onde os elementos encontravam - se homiziados, situada na R. Egimar Porfírio de Menezes, Nº 219, Pilar, Itamaracá-PE, foi desencadeada uma ação conjunta, envolvendo agentes de ISP desta ASI, Operação Malhas da Lei / BPRp, GE8100, GE8300, GE8500, GT800P/17ºBPM, PB8223, GATIs 8300 e 8500/17ºBPM, Agentes da GISO e Agentes da SERES, onde culminou na captura de 14 (quatorze) elementos foragidos.

Com os mesmos foram apreendidas 03 (três) pistolas, sendo 01 cal..40, uma (01) 9mm e uma (01) 380, além de 03 (três) revólveres, cal. 38, com 02 (dois) carregadores 9mm, 02 (dois) 380 e 01 (um) .40, bem como 16 (dezesseis) munições cal..40, 04 (quatro) cal. 38, 08 (oito) cal. 380 e 85 (oitenta e cinco) cal. 9mm. 

Foi encontrada também a quantia de R$1.445,00 (mil quatrocentos e quarenta e cinco) reais, além de 07 (sete) aparelhos celulares, 02 (dois) facões e 02 (duas) facas. 

Os elementos e o material apreendido, foram encaminhados à Central de Plantões da Capital, para adoção das medidas pertinentes. 

RELAÇÃO DOS ELEMENTOS CAPTURADOS.

01. GIVANILDO VICENTE DA SILVA - PRONT. 2022251;

02. FÁBIO FERNANDO SOUZA DOS SANTOS - PRONT. 2001674;

03. WELLINGTON SEVERINO FERREIRA;

04. GENILSON FRANCISCO DA SILVA - PRONT. 5003402;

05. IRAQUITAN PEREIRA DA SILVA - PRONT. 2028672;

06. CARLOS ALBERTO DA SILVA - PRONT. 2020096;

07. ELVIS FREITAS DOS SANTOS - PRONT. 2044966;

08. RAFAEL MENEZES DE FARIAS - PRONT. 10010328;

09. GEOVANI BARBOSA LEITE - PRONT. 2000199;

10. JOSÉ SOUZA DA SILVA - PRONT. 8000482;

11. ELIOMAR SILVA NASCIMENTO - PRONT. 10010351;

12. FERNANDO FERREIRA COUTINHO JÚNIOR - PRONT. 2015261;

13. ALEXANDRE FRANCISCO DA SILVA - PRONT. 2008923;

14. GENÁRIO DE BRITO SILVA - PRONT. 1800767.
Fotos: WhatsApp

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Anastasia propõe banco de dados unificado para órgãos de investigação

Senador: Antonio Anastasia

Órgãos de investigação de todos os Poderes, nas esferas federal, estadual, distrital e municipal, poderão ter as informações compartilhadas em um banco de dados único. É o que pretende o Projeto de Lei do Senado (PLS) 764/2015, de autoria do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG).

Pela proposta, são considerados órgãos de investigação as polícias judiciais, os Ministérios Públicos da União, dos estados e do Distrito Federal, os Tribunais de Contas da União, dos estados, do Distrito Federal ou dos municípios e as Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI) instauradas tanto no Congresso (Câmara ou Senado) como as das Assembleias Legislativas, das Câmaras municipais e do Distrito Federal.

O Banco Central, o Conselho Nacional de Justiça, o Conselho Nacional do Ministério Público, o Conselho Administrativo da Defesa Econômica e os órgãos de fiscalização tributária também são considerados órgãos de investigação.
Banco de dados digital

O texto determina ainda que esses órgãos devem manter um banco de dados digital, no qual estarão registrados, entre outras coisas, a lista de pessoas físicas ou jurídicas que são objeto de investigação ainda não concluída, com a respectiva denúncia e o rol de medidas cautelares relacionadas às investigações em curso. Esse banco de dados terá caráter nacional e sigiloso, será controlado pelo Ministério da Justiça e só poderá ser consultado ou acessado pelos órgãos de investigação.

O projeto prevê a criação de um novo artigo para o Código Penal, que regulamenta a pena de reclusão, de cinco a oito anos, e multa para quem violar o sigilo de informação do banco de dados digital unificado. Já o artigo 7º da Lei do Crime Organizado (Lei 12.850/2013) deverá ganhar mais dois parágrafos para estabelecer que as informações prestadas poderão ser compartilhadas com Comissão Parlamentar de Inquérito, após a homologação do acordo, desde que sejam relacionadas à investigação, e que a CPI deverá adotar medidas necessárias para garantir o sigilo dessas informações.

Para Anastasia, a falta de um mecanismo legal de compartilhamento de informações vem trazendo diversos problemas para alguns órgãos com atribuição fiscalizatória.

— Existem convênios e acordos, mas esse intercâmbio de informações é problemático. Por isso, acredito que se faz necessária a criação desse banco de dados — argumenta.
CPI da Petrobras

Como exemplo recente dessa dificuldade em compartilhar dados, o senador cita o caso da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito da Petrobras (CPMIPetro) que, mesmo investigando os fatos também apurados pela Polícia e pela Justiça, não conseguiu obter cópia de termo de delação premiada dos envolvidos no escândalo da estatal.

— Consideramos de extrema relevância a melhora da eficiência e eficácia das investigações de ilícitos no Brasil, o que somente se conseguirá com efetiva cooperação dos órgãos de investigação — conclui Anastasia.​

O PLS 764/2015 encontra-se na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) à espera de indicação de relator.

Fonte: Agência Senado

Mudança no Código Penal pode garantir subsistência de quem não é legalmente casado


Para dar segurança jurídica aos diversos tipos de uniões civis e garantir a sobrevivência de quem não é legalmente casado e precisa da ajuda do companheiro para sobreviver, tramita no Senado um projeto que muda o Código Penal para ampliar esse direito a subsistência.

De autoria do senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), o projeto (PLS 82/2015) altera o artigo 244 do Código Penal, que pune com um a quatro anos de detenção e multa de uma a dez vezes o valor do salário mínimo, quem, injustificadamente, deixar de prover a subsistência do cônjuge, do filho menor de 18 anos ou inapto para o trabalho e do pai ou mãe inválido ou maior de 60 anos.

A mesma norma pune quem deixar de pagar pensão alimentícia, judicialmente acordada, e quem deixar de socorrer, sem justa causa, descendente ou ascendente gravemente enfermo.

O projeto de Alcolumbre acrescenta, entre os contemplados com esse direito, o “companheiro”, quer dizer, aquela pessoa com quem não se é legalmente casada, e o indivíduo por quem se é legalmente responsável. Recusar-se a sustentá-los significará crime de abandono material.
Uniões informais

Ao justificar o projeto, o parlamentar observa que hoje é habitual o reconhecimento de famílias constituídas por uniões sem as exigências do casamento formal. Essa obrigação, contudo, está implícita na redação que o Código Penal dá a esse direito, ao contemplar apenas o cônjuge, sem mencionar o “companheiro” como merecedor desse sustento.

O senador também alega que decisões judiciais, amparadas no Código Civil, tem permitido a quem vive em união estável valer-se da Lei de Alimentos nas mesmas condições de quem é formalmente casado.

Ele ainda argumenta que, se no Direito Civil, o companheiro faz jus a alimentos, não é aceitável que no Direito Penal não seja punido aquele que deixa de prover essa subsistência.

O projeto de Alcolumbre aguarda indicação de relator na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

Fonte: Agência Senado.

Crianças poderão receber pulseiras de identificação em eventos públicos

OBJETIVO - Ideia é facilitar localização dos pequenos em lugares em que haja grande circulação de pessoas. Foto: Rinaldo Marques
Passear em locais com grande circulação de pessoas exige mais atenção dos pais. Em tempo de férias, o cuidado é redobrado. Com o objetivo de atuar na proteção da criançada, facilitando a localização dos pequenos e dos responsáveis, o deputado Álvaro Porto (PTB) apresentou o Projeto de Lei nº 489/2015. A proposta prevê o fornecimento obrigatório – e de forma gratuita – de pulseira de identificação para crianças, de até 12 anos, em eventos públicos realizados em Pernambuco.

No acessório, deverão constar os nomes da criança e dos pais, bem como endereço e telefone de contato. O material de confecção do bracelete deverá ser resistente à água e hipoalergênico (menor potencial de causar reações alérgicas), sendo produzido de maneira a impedir a sua violabilidade e transferência. A pulseira também não poderá ser reutilizada.

“A ideia é proporcionar meios mais eficazes de proteção às crianças nos locais em que haja grande circulação de pessoas, nos quais, muitas vezes, noticia-se a perda dos menores”, explica Álvaro Porto, autor da proposta. O PL visa obrigar a distribuição de pulseiras nos casos em que o público ultrapasse 150 pessoas.“Com essa simples medida, será possível reduzir consideravelmente esses casos e, consequentemente, deixar os pais mais tranquilos para frequentar ambientes de lazer mais tumultuados”, avalia. Ao responsável pela organização do evento que descumprir a norma, caberão as penalidades previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei Federal nº 8.069/1990).

Já referendado pelas Comissões de Justiça e Administração Pública, o projeto segue em tramitação na Casa, aguardando parecer dos colegiados de Esporte e Lazer; e Cidadania e Direitos Humanos. Se for aprovado em Plenário, caberá ao Poder Executivo a regulamentação da norma.

Fonte: ALEPE

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Animais de Grande Porte Soltos em Surubim uma Realidade que permanece sem Solução

A cidade de Surubim conhecida nacionalmente com a Capital da Vaquejada, sofre com a falta de ação das autoridades competentes e convive com animais de grande porte, cavalos, bois entre outros, soltos pela cidade sem que se veja qualquer ação fiscalizatória por parte do poder público.

Tal situação inclusive tem gerado acidentes com consequência graves a exemplo de um recente acidade na frente do posto de combustíveis maracajá no ultimo dia ( 19/01), que fica as margens da Rodovia PE 90 e que resultou na morte do condutor da uma motocicleta que bateu em cavalo dos muitos que por ali transitavam livremente.

Tal episodio despertou um jogo de impura, impura das autoridades cada qual querendo repassar a responsabilidade pelo descaso.

Abaixo vemos dois cavalos pastando na enfrente a sede da OAB - Surubim, fato este corriqueiro e quase que diário sem que haja qualquer providencia por parte das autoridades.
Foto: Genival Silva

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Tipificação do crime de terrorismo é destaque entre decisões na área de segurança pública


Em 2015, o Senado aprovou projetos importantes na área de segurança pública. Foram seis propostas aprovadas no Plenário, sendo que três delas seguiram para análise da Câmara dos Deputados, duas foram sancionadas e transformadas em lei e uma, vetada.

A votação mais polêmica foi a do substitutivo oferecido pelo senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) ao Projeto de Lei da Câmara (PLC)101/2015, que tipifica o crime de terrorismo. A proposta prevê pena de reclusão de 16 a 24 anos em regime fechado para quem praticar o ato. Mas, se o crime resultar em morte, a reclusão será de 24 a 30 anos.

O substitutivo aprovado tipifica o crime de terrorismo como aquele que atenta contra pessoa, “mediante violência ou grave ameaça, motivado por extremismo político, intolerância religiosa ou preconceito racial, étnico, de gênero ou xenófobo, com objetivo de provocar pânico generalizado”. De acordo com o texto, é considerado terrorismo político o ato que atentar gravemente contra a estabilidade do Estado democrático, com o fim de subverter o funcionamento das instituições.

Para alguns senadores, o texto aprovado poderia ser prejudicial aos movimentos sociais e à liberdade de expressão. O debate sobre o tema vai continuar no Congresso Nacional. Como houve alteração em relação à proposta original, o texto voltou para reanálise da Câmara dos Deputados.

Fonte: Agência Senado

Advogado tem garantia de amplo acesso a inquéritos e pode formar sociedade unipessoal

A presidente Dilma Rousseff sancionou na terça-feira (12) duas mudanças no Estatuto da Advocacia (Lei 8.906/1994): a garantia de acesso do advogado a inquéritos criminais e a possibilidade de constituição de sociedade com apenas um profissional.

A primeira mudança, promovida pela Lei 13.245/2015, inclui entre os direitos do advogado o exame de autos de flagrante e de investigações em qualquer instituição responsável por conduzir investigações. A redação original do Estatuto garantia o acesso apenas em repartição policial, o que em tese excluía outros órgãos, como o Ministério Público.

Como ressalva, a lei estabelece que o acesso do advogado poderá ser delimitado, quando houver risco de comprometimento da eficácia ou finalidade das diligências. Além disso, se os autos estiverem sujeitos a sigilo, será exigida procuração específica. Por outro lado, a lei dispõe que o desrespeito ao direito do advogado implicará responsabilização criminal e funcional do responsável.

A nova lei, oriunda do PLC 78/2015, do deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), também determina que seja assegurada a assistência de advogado na apuração de infrações, sob pena de nulidade do interrogatório ou depoimento. O projeto foi aprovado pelo Senado em 15 de dezembro.

Sociedade unipessoal:

A possibilidade de formação de sociedade de um único advogado (unipessoal) é aberta pela Lei 13.247/2015. Até então, as sociedades deviam ter pelo menos dois profissionais, o que deixava a atuação individual sem os mesmos benefícios.

De acordo com a lei, a denominação da sociedade unipessoal deve ser obrigatoriamente formada pelo nome do titular, completo ou parcial, seguido da expressão "Sociedade Individual de Advocacia". É vedada a participação de um profissional em mais de uma sociedade de advogados ou unipessoal.

A possibilidade de constituição de sociedade unipessoal deve trazer benefícios como acesso ao regime simplificado de tributação (Simples) e facilidade na contratação de seguro e crédito, por exemplo.

O projeto que deu origem à lei (PLC 209/2015), do deputado Aelton Freitas (PR-MG), foi aprovado no Plenário do Senado em 17 de dezembro.

Fonte: Agência Senado

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Surubim: Um dos Acusados de um Babaro Homicidio na Cidade de Surubim foi preso pela Policia

Na tarde de ontem (13/01), por volta das 13 horas, uma do GATI, com o apoio da ROCAM, ao cumprir Plano de Ação do Batalhão, realizando rondas na rua Margarida Barbosa de Sousa, centro de Surubim, próximo ao colégio Marista, avistou o imputado Kleython Diniz de Moura, 20 anos, residente em Surubim, o qual encontra-se com um Mandado de Prisão em aberto, por suspeita de ter cometido homicídio contra a pessoa de Aldo Ribeiro Sales, no último dia 28/11/2014, crime que chocou o município. 

Após ser dada voz de prisão, o imputado foi encaminhado a Delegacia local e logo após recolhido ao Presídio de Limoeiro.
Foto: WhatsApp

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

São Vicente Ferrer: Operação Policial Prende acusado de trafico de Drogas e Assaltos

Nesta data, por volta das 12h, Agentes do Serviço de Inteligência do 22º BPM e do 2º BPM, juntamente com equipes do GATI (2º e 22º BPM), GTs de São Vicente Ferrer e Macaparana, montaram uma Operação que culminou na prisão de EDILSON MANOEL DA SILVA, vulgo “DILSON CATIRINA”.

As informações davam conta de que o imputado estava traficando drogas na rua Manoel Francisco, nº 109, bairro Recreio, São Vicente Ferrer.

 Diante dos fatos, foi efetuado um cerco ao local, tendo o envolvido sido flagrado de posse de um 15 (quinze) big bigs de maconha, configurando assim o crime descrito na denúncia, estando ainda de posse de um celular marca LG D295S e um relógio marca BACKER, objetos estes que confessou haver roubado dias atrás. 

O imputado confessou ainda participação em um assalto a estabelecimento comercial no município de Macaparana no último dia 09 de janeiro de 2016 juntamente com mais dois comparsas, sendo um deles o seu irmão conhecido por “LUIS CATIRINA”, contra o qual há um Mandado de Prisão em aberto e um outro indivíduo conhecido por “NANÁ”, ambos ainda foragidos.

Na ocasião do assalto, houve troca de tiros entre os meliantes e o imputado detido hoje, tendo o mesmo sido ferido na perna esquerda por um disparo de arma de fogo, evidência que foi constatada quando de sua prisão, pois no dia do assalto, por ocasião da fuga, o veículo por eles utilizado, um ONIX prata ano 2015, placa OYT-4192, havia sido abandonado na zona rural de São Vicente Férrer com manchas de sangue em seu interior.

Diante dos fatos, o imputado foi conduzido e entregue na DP de São Vicente Férrer juntamente com o material apreendido, onde foi autuado por Tráfico de Drogas e Receptação. B.O Nº 0097/2016.

                                                     
Fotos: WhatsApp

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Secretário de Segurança de Alagoas manda "recado bem Claro"

Foto: Internet

Existem coisas que a sociedade já assimilou como óbvias: “se alguém pular de um prédio, muito provavelmente irá morrer”; “se dirigir alcoolizado em alta velocidade, serão imensas as chances de uma tragédia”; “se não estudar com disciplina e estratégia, fica difícil passar num vestibular qualquer”. É a lógica das coisas.

Agora, a sociedade brasileira precisa entender outra relação de causa e efeito bem corriqueira no Brasil, porém muitas vezes distorcida por alguns ‘setores’. Exemplo: “Alguém empunhando uma arma no momento de um crime é sinal de alto risco e deve ser contido”. Simples e óbvio.

Foi por isso que o secretário de Segurança Pública de Alagoas, o promotor de justiça Alfredo Gaspar, deu mais uma declaração muito clara a quem comete crimes violentos naquele estado e, não raro, comporta-se como uma ameaça aos policiais em serviço. 

– Se criminosos tombarem, não venham dizer que não foram avisados. Nós estamos prontos para enfrentá-los – disparou Gaspar, durante uma entrevista que ‘bomba’ nas redes sociais.

Há quem interprete as palavras do secretário como um incentivo à “letalidade policial” no país, mas é justamente o contrário. O objetivo é diminuir as mortes decorrentes dos confrontos. Porém, para isso é preciso uma palavra chamada c-o-l-a-b-o-r-a-ç-ã-o. Basta o criminoso se render que fica tudo certo.

É a lógica das coisas.

Fonte: Paraiba em QAP

sábado, 9 de janeiro de 2016

Acidente: Em Surubim Veículo Toyota Bandeirantes sofre acidente

Um acidente na tarde deste Sábado ( 09/01), que trafegava na Rodovia PE 90, em Surubim, mais precisamente na frente da Garagem do SAMU, sofreu um acidente e caiu de uma ribanceira, graças a Deus não houve vitimas apenas danos materiais.
Fotos: WhatsApp

Elementos que trocaram tiros com Policiais em Macaparana e São Vicente Ferrer são identificados (continuação).

Os elementos que trocaram tiros com policiais na tarde de hoje foram identificados um deles e o elemento de vulgo Catirina, sendo informações os três elementos haviam participados de um arrastão em diversas residencias de Macaparana, quando na fuga forma perseguidos por policiais Militares, bateram na viatura trocaram tiro e abandonaram o carro com marcas de sangue, e se embrenharam na mata.

O elemento de Camisa vermelha e chapeu verde é o elemento conhecido por "Catirina" chefe do bando, todos os três estão foragidos.

São Vicente Ferrer e Macaparana: Perseguição, Muito Tiro e uma Viatura da PM acidentada

Na tarde deste Sábado (09/01), Policiais do 2° BPM trocaram em uma perseguição trocaram tiros com três elementos que estavam de posse de um veículo Onix de cor Prata, durante a perseguição que foi iniciada pelos Policiais Militares de Macaparana a viatura colidiu sendo que os Policiais receberam apoio de um outro veículo para prossegui com as diligências.

O veículo foi abandonado já nas proximidades de uma mata em São Vicente Ferrer, e os policiais locais tomaram parte nas buscas pelos elementos que provavelmente resultaram feridos no tiroteio, tendo em vista que o veículo apresenta marcas de sangue. 

Os criminosos fugiram a pé pelo matagal e até o momento não foram localizados a policia pede que quem tiver noticiais dos acusados denuncie através do número.

F: 3624 -1940 - 22° BPM
Fotos: WhatsApp