terça-feira, 8 de setembro de 2015

Presidente Dilma Assina Decreto e Desagrada Cúpula das Forças Armadas

A Presidente Dilma Rousseff (PT), parece que ainda não adquiriu a sensibilidade para entender o momento político no qual esta inserida para assim poder bem avaliar suas medidas afim de evitar um desgaste e abrir uma nova frente de crise.


Já com a popularidade abalada em virtude da grave crise econômica que o país vive, o que tem gerado uma crise política sem precedentes que se arrasta na trilhas da operação lava jato, operação esta que já levou inclusive algumas lideranças de seu partido ( PT) para a cadeia inclusive o antes todo poderoso ministro José Dirceu no momento se encontra detido na carceragem da Policia Federal como também o tesoureiro de seu partido ambos suspeitos de envolvimento em um esquema de desvio de verbas da Petrobras.

Não bastasse esse cenário de crise a Presidente Dilma, na ultima quinta feira, assinou um decreto que abre caminho para uma possível crise com o Comando das Forças Armadas, o decerto tira poderes dos comandantes militares e delegando ao ministro da Defesa competência para assinar atos relativos a pessoal militar, como transferência para a reserva remunerada de oficiais superiores, intermediários e subalternos; reforma de oficiais da ativa e da reserva; promoção aos postos de oficiais superiores; nomeação de capelães militares, entre outros. 

Tal ato gerou um certo desconforto nos integrantes das forças armadas a exemplo do comandante da Marinha, almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira "que estava ocupando o cargo de ministro interino da Defesa, e que viu seu nome publicado no Diário Oficial endossando o decreto, disse que não sabia da existência dele.
"O decreto não passou por mim. Meu nome apareceu só porque eu era ministro da Defesa interino. Não era do meu conhecimento", disse o comandante ao deixar o desfile de Sete de Setembro". (trecho citado do site UOL Notícias)

Faltou a assessoria da presidente sensibilidade para entender o momento que a Presidente esta passando pois com certeza a mesma não precisava de mais esse flanco de desgaste político.

Tal decreto tem alimentado muitas críticas nas redes sociais o que com certeza gera mais um campo de preocupação para o Palácio da Planalto.

Genival Silva. - Graduado em Ciências Sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário