sábado, 8 de agosto de 2015

COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS PEDE QUE GOVERNO SEJA RESPONSABILIZADO PELA MORTE DE PM



Pedido será encaminhado ao Ministério Público de Pernambuco, nesta sexta.

A Comissão de Cidadania, Direitos Humanos e Participação Popular da Assembleia Legislativa a qual o deputado Joel da Harpa faz parte, divulgou, nesta quinta-feira, que procurará o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), para pedir a responsabilização do governo pelo assassinato do soldado Marcílio Ferreira. O policial militar fazia o policiamento na Patrulha Escolar, no Bairro de Areias, Zona Oeste do Recife, o que contradiz a recomendação do manual básico de policiamento ostensivo da corporação.

A comissão solicitará que o MPPE abra um inquérito sobre o caso e que seja expedida uma recomendação ao Poder Executivo para que não designe policiais militares para fazer atividade de patrulha/ronda sozinhos. Apesar do recomendado no manual, a Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado, responsável pelo Pacto pela Vida, orientou que policiais militares do Programa de Jornada Extra de Segurança (PJES) trabalhassem sozinhos.
O soldado do 12º Batalhão da Polícia Militar Marcílio Ferreira Xavier, 32, foi assassinado na noite dessa quarta-feira, no bairro de Areias, Zona Oeste do Recife. Marcílio, que estava trabalhando na Patrulha Escolar, foi surpreendido próximo à Escola Estadual Heróis da Restauração por dois homens, que roubaram a arma usada em serviço, uma pistola ponto 40. Em seguida, os assaltantes dispararam contra o militar. Marcílio chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

Fonte: blog Joel da Harpa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário