quarta-feira, 10 de junho de 2015

Justiça de Pernambuco determina que policiais civis retornem às atividades, sob risco de multa de R$ 30 mil por dia



A paralisação de 48 horas da Polícia Civil, que teve início na madrugada desta quarta (10), pode ser abortada por uma determinação da Justiça do Estado. Atendendo a um pedido do Governo do Estado, o desembargador José Fernandes de Lemos determinou a suspensão do movimento com o imediato retorno dos policiais civis às atividades. A orientação passa a valer tão logo o Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Pernambuco (Sinpol) seja notificado. Em caso de descumprimento, será aplicada uma multa de R$ 30 mil por dia de atraso.

Em nota, a SDS explica que vem mantendo constante negociação com as categorias que compõem o quadro de servidores, dando continuidade às ações de melhorias das condições de trabalho e, sob a coordenação da Secretaria de Administração, vem negociando os pleitos que envolvam repercussões de natureza salarial, observando a atual realidade fiscal do Estado.

“A Secretaria de Defesa Social reafirma a disposição ao diálogo com a categoria e o compromisso com a sociedade pernambucana em regularizar o mais rápido possível os serviços de polícia judiciária”, diz o texto da nota, enviada pela gerência de comunicação da Polícia Civil.

Na última segunda-feira (8), após assembleia da categoria, os policiais decidiram paralisar as atividades nesta quarta (10) e quinta-feira (11).

A principal reivindicação da categoria é a equiparação do risco de vida de 225% para todos os policiais. Atualmente, o percentual é oferecido apenas para os delegados de Polícia Civil.

Além disso, a categoria pede reajuste com base na inflação de 2015, a colocação dos peritos papiloscopistas nos quadros da Polícia Civil e realização de mais concursos para a contração de mais profissionais.

SINPOL – Com as atividades paralisadas por 48h desde o início desta quarta-feira (10),os policiais civis de Pernambuco realizam uma assembleia da categoria nesta quinta-feira (11) para definir os rumos do movimento por reivindicações. A reunião acontece a partir das 18h, em frente à sede do Sinpol, no bairro de Santo Amaro, área Central do Recife.

Fonte: Blog Jamildo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário